sábado, 7 de dezembro de 2013

Copa do Mundo: sorteados os oito grupos da Copa do Mundo 2014


Captura de Tela 2013-12-06 às 15.32.31
A Copa do Mundo de 2014 começou de vez. Na tarde desta sexta-feira (6), na Costa do Sauipe, na Bahia, é realizado o sorteio dos grupos do Mundial, e a Seleção de Luiz Felipe Scolari conhece os seus três primeiros adversários. Pelé citou sobre a tristeza que passou ao lado de seu pai, que jogou em Bauru, no Noroeste, quando viu a seleção perder a Copa de 50 para o Uruguai. “Não quero sofrer isso novamente”.
Como país-sede, o Brasil é o cabeça de chave do Grupo A. Jogará em São Paulo (12/6), Fortaleza (17/6) e Brasília (23/6) na primeira fase. Alemanha, Argentina, Espanha, Uruguai, Bélgica, Colômbia e Suíça são os outros sete cabeças de chave, escolhidos com base no ranking Fifa. Na abertura do evento, a  Fifa divulgou um vídeo com imagens do Brasil, com destaque para o carnaval, o futebol e as belezas naturais do país. Em seguida, Alcione e Emicida cantaram  “Brasil Pandeiro”, de Assis Valente.
Joseph Blatter, presidente da Fifa, e Dilma Rousseff, deram início ao evento. A presidente afirmou que esta Copa  será maravilhosa e que é a primeira vez que estarão unidas todas as seleções campeãs. “O Brasil está muito feliz em receber a Copa e porque somos um povo acolhedor. Os visitantes terão a oportunidade de conhecer o Brasil”.
Dilma ainda afirmou que o Brasil enfrentou o desafio de acabar com a miséria e criar oportunidade para todos. “Esse país recebe a Copa com o único ser; nós sabemos que a Copa será uma grande Copa”, finaliza. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou que já era hora da Copa voltar ao Brasil. ” O ano que vem terão passados 64 anos que a Copa esteve no Brasil. Nesse tempo, o país ganhou cinco títulos. Era necessário e é bom voltar. Vamos dar ao futebol o real valor no campo e fora do campo. Vocês sabem que tivemos um dos maiores humanistas do mundo. Ele disse que o futebol era fazer conexões entre as pessoas”.
Blatter ainda afirmou que a Copa é um jogo para todas as associações. ” É uma grande festa da Fifa. Quero agradecer a todos os governadores. Será uma grande Copa. Naturalmente será a maior de todos os tempos. Aproveitem o futebol e aproveitem a vida”, finaliza. A apresentadora Fernanda Lima, ao lado do marido Rodrigo Hilbert, perguntou para Dilma se ela estava animada. A presidente respondeu que,  como torcedora, está muito animada com a Seleção.
“O Brasil, como disse o senhor Blatter, é a única seleção pentacampeã do mundo. Além disso, somos o único país que esteve em todas as Copas. E temos uma história de sucesso no futebol. Essa é a terra de Pelé, o maior jogador de todos os tempos. É a terra do Ronaldo, o maior goleador de todas as Copas”. Após o pronunciamento da presidente, que foi aplaudido por todos da plateia,  um vídeo com o histórico sobre as Copas do Mundo foi exibido. Em seguida, Vanessa da Mata e Alexandre Pires vão ao palco no segundo show da tarde com a música “Um a zero”.
Depois o Ronaldo apareceu no palco. “Fazer 15 gols foi fácil comparado à organizar uma Copa do Mundo. Tenho certeza que com um trabalho de anos e milhares de pessoas a gente vai poder entregar a melhor Copa do Mundo de todos os tempos”. Mascote da Copa, o tatu-bola Fuleco entrou no palco com Bebeto e Marta e, logo após, um grupo de dança se apresentou.
Os mestres de cerimônia chamaram Pelé  no palco. O jogador citou sobre a tristeza que passou ao lado de seu pai, que jogou em Bauru, no Noroeste, quando viu a seleção perder a Copa de 50 para o Uruguai. “Não quero sofrer isso novamente”. ”Eu tenho uma confiança muito grande no Brasil, acho que o Brasil vai disputar a final. Tem algo que já falei algumas vezes e não sai da minha memória: na Copa de 1950 eu vi meu pai chorando por causa da Copa do Mundo e falei: “Caramba, o Brasil perdeu a Copa”. Não quero que meus filhos me vejam chorando porque o Brasil perdeu a Copa”.
O primeiro convidado para o sorteio é o inglês Hurst. Depois foram o argentino Kempes, o italiano Cannavaro, o alemão Matthaus, o francês Zidane e o espanhol Hierro. O brasileiro Cafu e o uruguaio Ghiggia foram os últimos convidados no palco.