sábado, 21 de dezembro de 2013

Delegado critica soltura de presos


saidao

Áulus Rincon
“Vigiem sua carteira, celular, e se possível evitem sair de casa”. O alerta é do titular do 8º Distrito Policial (Setor Pedro Ludovico), Delegado Waldir Soares, que fez severas críticas ao Poder Judiciário por liberar durante uma semana no chamado “saidão de Natal e de final de ano” 627 presos dos regimes aberto e semi-aberto do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.
Ontem 324 detentos já condenados saíram cedo do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia e só terão que retornar no próximo dia 27, data em que outros 308 também poderão sair para voltar somente em três de janeiro. O número é quase o dobro do concedido no ano passado, quando 336 detentos foram beneficiados, sendo que 59 não retornaram na data marcada.
saidao1
Para Waldir Soares, a liberação de tantos condenados é uma aberração. “Somos hoje a 34ª cidade mais violenta do mundo. Eu falei do mundo, entenderam? E daí vem alguém e coloca 627 condenados nas ruas? É óbvio que eles sairão de lá já com a intenção de conseguir dinheiro, e como farão isso, trabalhando? Sabemos que não, portanto após tamanha irresponsabilidade por parte do Poder Judiciário resta ao cidadão goianiense se trancar em casa e ainda assim rezar para que o ladrão não invada seu imóvel”, reclamou. Se todos condenados realmente voltarão a praticar crimes como relata o delegado, apenas o tempo irá dizer, mas ontem mesmo quatro presos beneficiados com o “saidão de Natal” foram presos logo depois de saírem do presídio e trocarem tiros com outros homens em Aparecida de Goiânia.